Desporto Confortável

 a minha pasteleira

A partir do final da semana poderão ver-me a passear pela cidade, nos meus trajectos diários – casa, escola, loja – na minha nova Classic 26 H da Órbita – uma marca portuguesa claro está. Estará neste momento algures entre Águeda e Setúbal e mal posso esperar para me montar nela.

Com a subida do preço dos combustíveis, o aquecimento global, a melhoria do clima (finalmente!), a falta de tempo para a prática desportiva, o prazer do vento no rosto… de que mais razões precisamos para nos rendermos?

Quem quiser experimentar é só passar na Fugas ao Sábado. Ah, e o catálogo de todos os outros modelos estará disponível para consulta. As compras on-line directamente da fábrica funcionam na perfeição e os preços são muito competitivos.

Toca a pedalar.

~ por Rogério Silveira em Terça-feira 3 Junho, 2008.

7 Respostas to “Desporto Confortável”

  1. Ah, é verdade, é igualinha à que o meu avô António Rosado tinha quando as pernas lho permitiam! Vai ficar orgulhoso de me ver.

  2. Ainda me recordo da alegria que senti quando ganhei de presente a minha primeira bicicleta. Curiosamente, era uma Órbita – que saudades. Até pensei que já nem existisse.

    Também tenho andado numa pesquisa por uma boa alternativa, tanto a nível ambiental como para a minha saúde. Pensava em investir numa dessas articuladas, mas das que vi não gostei do design e tenho sempre a sensação de serem frágeis.

    Ainda organizaremos um encontro citadino de bicicletas Órbita!!😀

    Um Abraço

  3. Caro José,
    Também eu sentia saudades das pedaladas e achei que era altura de voltar a ter uma, mesmo sem as condições ideais para a guardar. É uma agradável, saudável (suadável também!) e económica forma de fazer os meus pequenos trajectos e de manter mais ou menos em actividade física, nestes tempos de excessivo sedentarismo. A Orbita também tem um modelo articulado e existem outras marcas portuguesas, como a Sirla (tem mais informação em http://bicicletanacidade.blogspot.com/. Quanto ao encontro claro que sim, se bem que prefiro as serendipidades do dia-a-dia. Para já pareço ter gerado efeitos de imitação em dois alunos, um professor e um amigo.🙂

  4. Isso é que são uns “imitadoirres”!!
    Pelos vistos, mesmo não sendo essa a intenção, o professor está a conseguir criar um movimento de dar uso ao pedal.
    Quantos mais melhor. Já estou a ver a entrada da ESCE cheia de bicicletas a descansar.

    Tenho a agradecer pelo link do blog, não conhecia e vai ser uma referência nesta temática.

    Um abraço

  5. OK… vou estar lá. Não resisto experimentar a tua bicicleta!!!

  6. Acho uma optima opcção. Como smepre preocupado com o bem estar físico e a revelar preocupações ambientais.
    Engraçado que a minha primeira bicicleta também era uma orbita…foi oferecida pela tia Umblina, e conserveia durnate muitos anos!! éste é um exemplo a seguir.
    beijocas primo

  7. Sóce, só uma pequena correcção: “Barraquêrre é simplesmente alguem q fala muito alto, ri muito alto, que chama a atenção! E o “garroace” é “vente de marr”😉 ‘Tás aqui ‘tás ali!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: