A figura do Pai

3871

Aproveito a comemoração do dia de São José, tido como Pai modelo, para estimular alguma reflexão em torno da figura paterna, seja no que refere ao papel de todos enquanto filhos, e no reconhecimento do muito que os nossos mais nos moldaram (mesmo os que já não têm o privilégio de o ter junto de si), seja enquanto progenitores. Assim, os pais, devem aproveitar para reflectirem até que ponto estão a corresponder à sua missão de Pai, e para analisar que tipo de modelo são ou querem ser em relação aos seus filhos. As mães, deverão concentrar-se no exame do direito que consagram às crianças (e no estímulo) ao  desenvolvimento de uma relação de grande proximidade com o pai, particularmente na honrosa tarefa de educadores e de formadores de pessoas amadas, livres, responsáveis e militantes de uma filosofia baseada na verdade, na justiça e no amor.

A presença do Pai é tida como fundamental para a estabilidade familiar e para o futuro dos filhos, porque fomenta a confiança destes; torna mais eficaz a educação e o controlo dos excessos dos jovens, para o que é imprescindível uma acção conjunta e previamente concertada do pai e da mãe; dá um forte contributo para a socialização e para um equilibrado desenvolvimento psicológico dos filhos. O Pai é um dos mediadores entre os filhos e a realidade.

Num registo mais melífluo:

  • “Não há alegria para o coração de um pai, que valha a certeza da felicidade de um filho.” Júlio Dantas
  • “Não me cabe conceber nenhuma necessidade tão importante durante a infância de uma pessoa que a necessidade de sentir-se protegido por um pai.” Sigmund Freud
  • “Um pai quando castiga, minha senhora, é sempre pai.” Jean Racine
  • “Um pai vale mais do que uma centena de mestres-escola.” George Herbert
  • “Vivi uma vida repleta de problemas, mas não são nada comparado com os problemas que teve que enfrentar meu pai para conseguir que minha vida começasse.” Bartrand Hubbard
  • “É um homem sábio o que conhece a seu próprio filho.” William Shakespeare
  • “Às vezes o homem mais pobre é o que deixa a seus filhos a herança mais rica.” Ruth E. Renkel

A todos os pais da nossa comunidade, desejo um dia feliz dia e incentivo a  que procurem  ser os melhores pais que conseguirem. Creio que isso (que não é pouco) bastará, e que não há lugar a modelos de pai.

~ por Rogério Silveira em Quinta-feira 19 Março, 2009.

Uma resposta to “A figura do Pai”

  1. Amigo Rogério, ou devo escrever Pai Rogério🙂
    Ser-se Pai é um estado de alma, não se nasce com ele, aprende-se e como teu amigo, tenho a dizer que é es (para quem como eu ainda não é pai) um exemplo de um Pai esforçado, preocupado e atento aos teus rapazes!

    Por isso, Parabéns neste dia!
    e um grande abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: